A História Maria Preta

segunda-feira, janeiro 05, 2015

gato, preto, gato preto, gatinha, gata, blogue de casal, gata de rua
     Poderíamos começar com o típico "Era uma vez" e continuar com "uma gatinha linda, preta com uns olhos que apaixonavam qualquer pessoa, animal ou até uma planta ou objecto". Poder podíamos. Era mais bonito, mas fantasioso demais para a história da Maria Preta que, apesar de não ter um final triste, teve um início demasiado tenebroso para ser enfatizado ou ignorado! É uma história que se repete vezes sem conta todos os dias, infelizmente, mas que por isso mesmo, deve ser partilhada. Para que um maior número de pessoas tenha noção do que deve ser feito. Para que este mundo não seja tão desumano e seja mais "animal" por deveria ser.
gato, preto, gato preto, gatinha, gata, blogue de casal, gata de rua     Foi numa sexta-feira que ouvimos um miar ensurdecedor numa rua de um pequeno bairro antigo e escondido, mas que conhecemos como a palma das nossas mãos. Disseram-nos que era um gato pequeno que fora atropelado e atirado para uma casa quase em ruínas. Fomos à procura dele. Quando o descobrimos, percebemos que eram duas histórias entre-cruzadas. De facto houve um gato que foi atropelado e por lá deve ter morrido depois de ter sido atirado para a tal casa em ruínas. [Infelizmente há muitas amostras de carne que pensam que são gente por aí capaz de tais actos!..] Era uma gatinha ainda bebé que corria por estar assustada connosco. Nem pensámos e só descansámos quando a conseguimos apanhar, depois de alguma luta que ela nos deu a fugir. Quando lhe demos comida, aquele pequeno ser feito quase, quase somente de ossos comia com uma velocidade absurda tropeçando em si mesmo. Conseguimos convencer quem de devido e trouxemo-la para cuidar dela. Estava claramente a morrer à fome! Infelizmente, não tínhamos as condições necessárias de uma casa própria para podermos ficar com ela e tivemos que procurar alguém a quem a dar. Conseguimos e fomos entregá-la. Poderia terminar aqui. Mas não. Depois de 15 dias em que a T. se tentou mentalizar que não podia mesmo ter feito mais por ela, e que, apesar de a ter desfeito em mil pedaços ter que a dar a outra pessoa, essa adopção foi desfeita. A tal rapariga que ia ficar com ela, afinal não podia ter gatos em casa. Para sorte da gatinha, e meu infortúnio, já estava completamente apaixonada pela gata, como devem calcular! Algo que para mim de facto não é nada impossível e demora cerca de 2 segundos a acontecer. Pensei que mais tarde ou mais cedo ia ter que a devolver à rua, e logo agora que ela já estava habituada a um lar... E eu ao lar para que ela contribuía! Foi então que, no dia de aniversário da T. ao desembrulhar as suas prendas vê que recebe prendas para a Maria Preta e percebeu que podia ficar com ela, para desgosto da sra. sua mãe! É uma história triste, mas com um final feliz!
gato, preto, gato preto, gatinha, gata, blogue de casal, gata de rua
    Vão ficar a saber todas as ruindades desta peste que cá temos, que apesar de ser muito dócil quando se torna uma bela adormecida, também consegue ser a bruxa má quando está cheia de energia! Coitado do pobre Gaspar que a atura todos os dias... Mais um infortunado que não consegue viver sem ela, ainda que para isso tenha que conviver com as cicatrizes resultantes desta amizade implacável entre cão e gata! :P






4 comentários

  1. gostei muito da historia, também eu apanhei uma gatinha a morrer e hoje é a rainha da casa e tb faz da cadela gato sapato hihihih

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo uma bonita história e é mais destas histórias de finais felizes para eles que se pede. Eles merecem tudo, até porque nos dão tudo, literalmente :p São a energia cá de casa!

      Eliminar
  2. É horrível como há algumas pessoas que são capazes de abandonar animais, felizmente esta história teve um final feliz! Gostei muito do conceito do blogue, vou passar por cá mais vezes!

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é... E ainda se consideram humanos e detentores da racionalidade... Ser racional não é isto. Nada disto... Enfim, pelo menos alguns terão alguma sorte de encontrar quem os mime. Felizmente é o caso da nossa Maria :)
      Obrigada pela partilha de opinião Miguel! Nós também já seguíamos o teu blogue através do facebook. Esperamos que este ano te traga os maiores sucessos :)

      Eliminar

Obrigado pelo comentário! Vamos responder-te no mais breve espaço de tempo que nos for possível. Até sempre! :)

Latest Instagrams

© Ela e ele... Ele e ela.... Design by FCD.