Veículos anteriores ao ano 2000 não podem entrar em Lisboa

quinta-feira, janeiro 22, 2015

veículos, carros anteriores a 2000, lisboa, proibição, blogue de casal

    Portugal é um país de governantes engraçados...No sector automóvel ganhamos sem dúvida o prémio. Para quem chegou àquela fase da vida, em que pensa que adquirir um carro vai ser uma boa opção...naah, think again. Fazem ideia daquilo que o português paga de imposto por um carro novo ou importado? E do que pagam pelas taxas de emissão de CO2 e taxa de circulação? E agora carros anteriores a 2000 não podem entrar na zona 1 e 2 de Lisboa? Até aceito, mas então e as pessoas que moram em Lisboa, têm um carro cujo primeiro registo é anterior a 2000 e não têm dinheiro para comprar um carro novo ou qualquer carro usado que ele seja?



    Aqui está a tabela que nos mostra aquilo que um português paga para dispor de um automóvel. Tanto antigo como novo, os carros, hoje em dia, estão sujeitos às taxas que encontram na tabela, consoante o ano correspondente ao primeiro registo. No entanto, e segundo a tabela, vê-se que veículos posteriores a 2007 pagam uma taxa adicional, a do CO2, o que significa que, secalhar, não seria mal pensado comprar um carro anterior a 2007. Ora a escolha fica agora um bocado limitada com a medida implementada pelo governo português, que proíbe os carros de andarem pelas zonas de Lisboa assinaladas no mapa, pelo menos até à noite. A medida aplica-se a veículos cujo primeiro registo corresponde ao ano 2000, máximo. Os sinais já lá estão e o policiamento já está a ser feito. Eu até percebo a intenção, mas onde estão os carros novos para as pessoas que por acaso até não têm dinheiro para comprar um novo? Felizmente os acessos a Lisboa são muitos e o problema não será certamente a falta de transportes, mas o que pergunto é se o timing é o ideal visto a crise em que nos encontramos e, se não estará tudo a decorrer a um ritmo muito acelerado? 
    Por outro lado uma pessoa já não é livre de ter o carro que lhe dá prazer ter, seja antigo ou simplesmente um carro ao qual a pessoa se apegou. Até aquela simples e tão comum razão de: não há dinheiro para um novo...

    Aqui podem conferir o imposto cobrado num carro novo ou importado: 
    Estes são valores que já vêm disfarçados no preço final do veículo e há quem não pense muito no assunto, mas acham normal o absurdo de valor acrescentado a que os veículos em Portugal estão sujeitos? Então afinal não é recomendável comprar um carro antigo, como também não recebemos qualquer beneficio na compra de um carro recente e usado ou um carro novo. Apenas fortes encargos extra. Façam muito bem as vossas contas antes de se lançarem em prestações de um carro e sobretudo olhem muito bem para os encargos que esses vão ter na vossa balança mensal. 

Deixem-nos a vossa opinião quanto a este assunto e digam-nos também como acham que ficará legalmente a situação das pessoas que usam o automóvel como ferramenta de trabalho, como distribuidores ou taxistas por exemplo.


2 comentários

  1. Segundo o que apareceu na televisão os anteriores a 2000 cujas pessoas morem em Lisboa podem circular.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim naturalmente os residentes de Lisboa, com o respectivo dístico de residência, não se vêm forçados a trocar de carro mas, para qualquer visitante com intenções de por lá passar, vê-se agora limitado.

      Eliminar

Obrigado pelo comentário! Vamos responder-te no mais breve espaço de tempo que nos for possível. Até sempre! :)

Latest Instagrams

© Ela e ele... Ele e ela.... Design by FCD.