Das melhores surpresas de sempre: As tweedles!

quinta-feira, março 26, 2015

      Desde que me lembro de existir que me lembro que em pouquíssimos segundos me apaixono perdidamente por todo o tipo de animais (menos os racionais, diria, que menos me apaixonam no seu geral, mas isso são outras questões). Paro nas lojas de animais e fico com o coração despedaçado ao pensar que aqueles animais devem ter sofrido imenso ao serem arrastados do seu habitat natural para aquelas redes feitas de arame ou para os ditos aquários. Gostava de os poder soltar a todos... Mas ao mesmo tempo, ao saber que muitos deles se fossem soltos não sobreviveriam, também gostava de lhes poder dar todo o carinho e atenção que merecem e que estou disposta a dar. Enfim, queria trazê-los a todos comigo e poder gastar os meus dias a tratar deles. Adoraria. É um sonho de infância ter uma quinta e tratar de todo o tipo de animais que lá conseguisse fazer felizes.
       No meio deste meu sonho, há uns mais concretizáveis que outros. Desde pequena que gostava de ter hamsters. Acho-os umas bolinhas adoráveis e fascinantes. No entanto, por não ter casa própria, ficava sempre pela vontade de os ter um dia. A minha mãe detesta ratos. Para ela, hamsters representam os seres "nojentos" que são os familiares das ratazanas. Enfim, traumas de criança. Percebo. Percebi toda a vida quanto a proposta de ter hamsters era negada. Até que, eis que chega o primeiro namorado oficial cá a casa e propõe que ele me faça a vontade, se ela assim o deixar. E esta foi das melhores surpresas de sempre!


      É ao Ele que tenho que agradecer por aquele meu dia de anos em que ele me obrigou a apanhar frio para ir de manhã ter com ele à porta de casa para ir ao carro dele. Olho lá para dentro e vejo uma caixa/ gaiola de hamsters. Fiquei atónita! (Que é como quem diz "até fiquei parva!"). Só lhe disse que a minha mãe jamais me deixaria ter aqueles fofos em casa... Foi das melhores surpresas de sempre! Nem ele chegou a perceber o quanto eu gostei... Foi no dia 17 de Outubro de 2013. Hoje, que vos conto esta história, todas estas palavras não passam de recordações que espero guardar para a vida. Estas fofinhas (que chamámos tweedles em homenagem ao tweedledee e tweedledum, irmãos gémeos da Alice no País das Maravilhas) já não vivem para vos mostrar mais do que as imagens que constam nesta publicação, infelizmente. Mas posso dizer que lhes dei o maior carinho que consegui. Tentei dar-lhes todos os mimos, mas nem sei se fiz o correcto. Enfim, duraram pouco menos de um ano. Algo hei-de ter feito de errado. São seres sensíveis e difíceis de lidar pela curta duração de vida. Elas eram de má rés. Tentavam sempre morder-me. E eu toda contente a dar-lhes comida à boca...
        Hoje foi um dia para as recordar. Tenho que lhes agradecer pelo tempo que me aturaram. Pela felicidade que me proporcionaram. E ao Ele... Ao Ele eu já não sei que mais diga... Muito obrigada, por tudo! Consegues até o que eu achava ser impossível. És um sonho! (Claro que isto é a ponta do "iceberg". Conto-vos isto hoje, porque me cruzei com as fotografias delas e gostaria de vos apresentar as nossas tweedles. [Ahh como deveria ser giro elas terem conhecido a nossa gata/ peste Maria Preta...] Mas posso garantir, que ele é a surpresa e o ideal pelos mais diversos motivos ou então... ou então espero só que me continue a enganar tão bem por muito, muito, muito mais tempo! :)
video

Image and video hosting by TinyPic

8 comentários

  1. Eu também tenho tido o sonho de ter algum desses animais pequenos ( bem eu gosto mais de coelhos ou chinchilas) mas nunca me deram. O meu namorado também comprou há pouco tempo 1 hamster, mas também durou menos de um ano! Ninguém sabe porque morreu, talvez possa ser desta raça de hamsters...Bem, uma história semelhante a essa :P

    Beijinho,
    http://cereja-dooce.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gostamos bastante de coelhos e chinchilas. Bem, mas é facto que o difícil é escolher um animal que aqui o casal não goste ahah
      É de facto uma pena que os hamsters durem tão pouco tempo! :(

      Eliminar
  2. Awww, agora também fiquei com saudades do meu hamster que tive quando era mais novinha. Era o Sebastião! ^^ também não viveu muito tempo. Mas eu adorei todos os dias que ele esteve cá por casa. Tão fofinho. E até era simpático. Vá lá! Adoro hamsters ;D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As nossas eram mázinhas, mas eram adoráveis ao mesmo tempo. É mesmo uma pena que os hamsters durem tão pouco tempo. São seres adoráveis!

      Eliminar
  3. Confesso que não sou fã de hamsters mas que são umas bolinhas de pelo fofinhas (ao longe) lá isso são!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah também os consideras uns ratos ao vivo? ahah A mãe da Ela não os podia ver mais do que dois segundos :P

      Eliminar
  4. Gosto bastante de hamsters ;) são uma fofura! Beijinhos.

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário! Vamos responder-te no mais breve espaço de tempo que nos for possível. Até sempre! :)

Latest Instagrams

© Ela e ele... Ele e ela.... Design by FCD.