Crítica à Sociedade: Animais Abandonados (Animais de Rua)

domingo, abril 19, 2015

(Clica na imagem para saber mais sobre a Associação)
     Este post é particularmente dedicado a ti, à pessoa que lê este post e pode pertencer ao grupo das 29 pessoas ou então ao grupo dos que não se integram totalmente. Mas esta publivação é ainda mais particular para a coisa que poderá estar por aí a ler. Recusamo-nos a acreditar que haja uma pessoa em 30 pessoas, isto é, recusamo-nos a aceitar que o 1 seja validado como pessoa. A essa coisa, nós aconselhamo-la a ouvir estes 5 vídeos da campanha (mais abaixo na publicação) e a perceber que é o mínimo que vos diríamos. Era o mínimo que te faríamos, mesmo que concordemos que "não vales nada, nem estas palavras"! (Para quem não perceber, relembramos os anúncios do ano passado da Animais de Rua, contra o abandono dos animais. É disso que falamos hoje!).
P.s.- Lamentamos quem se sensibilizar em demasia com a campanha, sem que o tenha merecido. Lamentamos, mas não nos desculpamos por o termos feito. Achamos demasiado importante para não ser divulgado ao máximo nível, ainda para mais quando atravessamos a época em que os abandonos mais acontecem, infelizmente. Assim, lamentamos muito que ainda tenham que existir campanhas e respectivas associações deste género. 

     


       Poderíamos escrever muito, poderíamos escrever tudo, mas talvez desta vez o melhor seja deixar ficar as nossas palavras, pelas palavras dos outros.

Um enorme obrigado a todos os que ajudam os animais! <3
Image and video hosting by TinyPic

10 comentários

  1. As pessoas têm que perceber que os animais não são adereços que agora usamos e que se nos fartarmos deles os podemos arrumar. Merecem respeito como qualquer outro ser humano. Se não fazem intenções de cuidar de um então é preferível não os ter, assim evitam privá-los do um bom lar e de carinho.
    Adoro cães, já tive dois e neste momento não tenho, mas gostava. Mas adio esta decisão porque eu e os meus pais passamos a maior parte do dia fora de casa e não era justo deixá-lo sozinho tanto tempo, e mesmo na altura de ir de férias, não o podendo levar connosco, não teríamos onde o deixar. Claro que a minha vontade era ir já amanhã adotar um, mas tenho que colocar em primeiro lugar as necessidades do animal e não as minhas vontades.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exacto. Têm que pensar que é uma relação para toda a vida e não um "agora apetece-me e depois logo se vê, posso sempre ver-me livre dele". Todos os animais merecem respeito! Merecem uma vida digna e não os maus-tratos que muitos deles sofrem.
      Mas em vez de um cão, porque não um gato, por exemplo? Estes são mais independentes e podem perfeitamente passar mais tempo sozinhos, até porque mesmo que estejas em casa, eles passam no mundo deles e não no teu ahah. Pensa nisso :)

      Eliminar
  2. Nunca tinha visto esta publicidade.
    Mas acho incrivel, como há pessoas que conseguem colocar os animais na rua ou matar os animais, sem eles terem culpa de nada. Detesto andar na rua e ver pessoas a maltratar os animais....sao pessoas sem coracao! Os animais sao melhores que certas pessoas que andam ao cimo da terra! Havia de haver algo a fazer a essas pessoas.... enfim.... infelizmente isto é a realidade ;(


    *****************
    Beijinhos SaraemLondres

    http://saraemlondres.blogspot.co.uk/

    * Visita, vais gostar! @

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma realidade que pode ser mudada com o apoio de todos. Nós pelo menos queremos acreditar nisso!

      Eliminar
  3. Não conhecia a campanha mas é incrível como ainda há pessoas tão insensíveis nestes aspetos e abandonem os seus animais ou até pior. Nesta civilização ainda existem muitas pessoas não civilizadas

    ResponderEliminar
  4. Enfim.. É triste como alguem consegue ser tão egoista! Existe muitas pessoas que só olham para o seu próprio umbigo..
    www.a-be-atriz.com
    xx, A Be-atriz

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem conseguimos conceber este tipo de coisas como pessoas, para sermos honestos...

      Eliminar
  5. Sempre recebi animais em casa. Como cresci numa aldeia, os animais quando são abandonados vão-se chegando para o pé das casas que os vão tratando bem. Quando comecei a minha "vida adulta" apareceu mais um cão, um coocker spaniel abandonado. Castrei-o, cuidei dele e adoptei-o. No entanto um dia ele sentiu o cheiro de uma cadela e fugiu. Nunca mais o encontrei. Mais tarde fui buscar a "Mimosa" ao Amigos dos Animais Concelho de Mira. Sei que a Mimosa (cadela) será sempre grata por a ter adoptado e que me adora. Eu adoro-a a ela tal como se a tivesse desde pequena. ADOPTEM e não sejam dessas bestas que ABANDONAM!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É sempre triste quando os nossos melhores amigos nos deixam, seja pelo motivo que for. Muito obrigado pela tua partilha! E pela opinião com que concordamos inteiramente. Muito obrigado pelo comentário! ;)

      Eliminar

Obrigado pelo comentário! Vamos responder-te no mais breve espaço de tempo que nos for possível. Até sempre! :)

Latest Instagrams

© Ela e ele... Ele e ela.... Design by FCD.