Escândalo Volkswagen: Que futuro?

terça-feira, setembro 29, 2015


     Eclodiu um verdadeiro cataclismo na indústria automóvel. E porquê? A marca alemã Volkswagen decidiu implementar em várias motorizações e modelos da marca, um sistema que, de forma fraudulenta, falsificava os valores das emissões de CO2 para a atmosfera ( entre 5 a 35 cinco vezes menos ). Agora questões sérias levantam-se: qual o impacto na marca e no valor dos seus carros? Mais grave ainda: qual o impacto em todas as marcas do grupo VW? 
     
      Ora, para facilitar a compreensão fica aqui uma imagem retirada do Jornal de Notícias que explica como actua o software fraudulento, aquando dos testes conduzidos pelas agências de protecção ambiental:


     O grupo Volkswagen é composto por 11 marcas de automóveis ligeiros e 3 de mercadorias ou pesados. Entre as marcas ligeiras destacam-se a Audi, Skoda e Seat, que terão sido marcas certamente afectadas, através da partilha de motorizações entre si. 
      A Audi já fez as contas e estima que mais de 2 milhões de veículos da sua marca tenham incorporado na sua génese este software, tendo chegado aos modelos A1, A3, A4, A5, A6, Q3 e Q5.

Milhares de modelos em "espera".
   Já a Seat admitiu ter instalado o mesmo software em cerca de 700 mil veículos e está ainda sob investigação a possibilidade de estes números não serem finais. Tanto a Audi, como a Seat, como a Skoda e a própria VW, têm a circular estes automóveis desde 2009, até aos dias de hoje.

      E agora perguntam-se: O que será destas marcas? O preço dos veículos descerá? O valor do meu carro pertencente a qualquer uma destas marcas descerá ao nível "lixo", não valendo quase nada em caso de retoma? Esta é uma altura em que nem as próprias marcas conseguem calcular este impacto. 


     A Seat Portugal já proibiu a venda dos veículos afectados em Portugal e na Suiça todos os automóveis da marca Volkswagen estão suspensos a qualquer acção de venda ao público, até que uma solução seja encontrada. Não só a Suiça mas também Bélgica, Espanha e EUA se juntaram ao bloqueio. Isto para dizer que certamente o valor das retomas atribuídos pelos stands será mais baixo do que o habitual porque o carro pode nem ser permitido comercializar e portanto torna-se uma verdadeira "nódoa" para quem tem um. 

Também as associações ambientalistas se fizeram ouvir. O protesto a favor do ambiente foi imediato.
     Portugal já devolveu à Alemanha a pressão de uma resolução e mais importante, o grupo VW já veio dizer que não serão as pessoas as lesadas. A DECO por seu lado, defende a legalidade de um pedido de devolução de dinheiro pelo negócio, envolvendo qualquer uma das viaturas em causa. Embora convenhamos que isso seria uma guerra contra o grupo Volkswagen o que, provavelmente, se arrastaria por vários anos até se chegar a uma resolução.

     Vários analistas estrangeiros calculam que esta é uma crise passageira e que as pessoas continuarão a dar mais valor à estética e ao prazer de condução que o veículo confere, mas o caso de Portugal não é assim tão linear, uma vez que em Portugal o valor do imposto é pago pelo cálculo do tamanho do motor vezes a taxa de emissões poluentes. Ninguém quererá pagar de repente 5 vezes mais de imposto por ter adquirido um veículo afinal extremamente poluente. 
            Neste momento, a indefinição e a incerteza regulam os mercados e as acções do próprio estado. Resta esperar por mais desenvolvimentos. Mas já sabem, que estivesse a pensar comprar um Seat a Gasóleo, provavelmente não o poderá fazer para já e o mesmo cenário seguirá as restantes marcas.


Image and video hosting by TinyPic

2 comentários

  1. Olá!
    Estou a promover um passatempo no meu blogue sobre stress e como o combater; podes ganhar uma embalagem de um suplemento de magnésio da Pharma Nord.

    Basta entrar no seguinte link: http://historiasdeariadne.blogspot.pt/2015/10/o-magnesio-e-o-stress.html

    Participa e ajuda-me a divulgar este passatempo que pode ajudar muitas pessoas que tentam combater o stress diário.
    Obrigada.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cara Ariadne, se quiseres aceitar, aproveita que temos um conselho para te dar: É indelicado da tua parte apareceres num blogue que não segues para deixares a promoção ao teu próprio blogue. Seria de bom tom pelo menos leres do que se trata a publicação, até porque te fica mal comentares uma publicação racista ou algo semelhante... Se o fizeres, por certo que a tua publicidade terá muito mais êxito. De qualquer forma, obrigado pelo convite e boa sorte nas tuas conquistas!

      Eliminar

Obrigado pelo comentário! Vamos responder-te no mais breve espaço de tempo que nos for possível. Até sempre! :)

Latest Instagrams

© Ela e ele... Ele e ela.... Design by FCD.