#2 Casal Em Casa: Guia para quem quer morar sozinho/a!

terça-feira, janeiro 05, 2016


Dicas para poupares tempo e dinheiro quando decides ir morar sozinho/a!!


1. Aceitar de bom grado os itens para o enxoval
       No início pensamos "olha agora foi-me oferecer uma peça para o enxoval... Mais valia ter-me dado o dinheiro que eu agora não preciso disto e o dinheiro dava-me jeito" (vá, podes admitir que já o pensaste, que nós não contamos a ninguém), mas a verdade é que acabariam por gastar o dinheiro noutras coisas e na hora h em que querem mesmo ir viver sozinhos/as, vão dar muito valor a cada peça que foram guardando para enxoval. É certo que nos tempos de hoje já não se usa tanto dar-se prendas para o futuro, mas eu (Ela) que não tive assim tantas na infância e juventude, comecei a receber nestes últimos tempos e dá cá um jeito! É muito bom ter lembranças de pessoas que gostam de nós, e ainda melhor quando nos serve para tanto uso! Agradecemos todos os dias por cada item do enxonval, acreditem!!


2. Dividir as tarefas domésticas
       Muitas vezes morar sozinhos não implica que seja de facto morarem sozinhos. É mais subentendido como ganhar a independência e sair de casa dos pais ou avós. Neste sentido, apresentamos as duas hipóteses nesta alínea.
  • Caso "morar sozinho" implique viver numa residência ou com mais pessoas, mesmo que seja meramente uma vida em casal, é importante que estabeleçam de início as divisões de tarefas que não devem recair somente sobre um. Para ajudar, se acharem necessário, façam uma tabela que assim fica registado quem tem que fazer o quê durante o mês, por exemplo. Lavar a loiça (porque ao início não é fácil ter logo máquina de lavar loiça), não tem que ser tarefa sempre para o mesmo... Dividindo torna tudo muito mais fácil!
  • Para quem vai mesmo viver sozinho, ainda que não tenham com quem dividir tarefas, é importante que anotem tudo o que tenham por fazer e que procurem dividir pelos vossos dias livres. Assim, têm sempre a vida organizada o que até vai parecer que têm mais tempo livre.


3. Estabelecer áreas privadas
       Se viver sozinho/a implicar mesmo só uma pessoa, saltem este passo. Para todos os outros, é importante definir áreas privadas onde o outro não mexe. Para nós não é muito relevante, porque partilhamos tudo. Só quando estamos no wc, gostamos de não ser interrompidos, por exemplo. É uma sensação de invasão de que não gostamos. Gostamos de ter os nossos momentos, mesmo estando sempre juntos, como é natural... Calculamos então que para quem vai viver com pessoas com que não tenha tanta confiança sinta ainda mais a necessidade de ter o seu próprio espaço, por isso não se esqueçam de estabelecer o vosso perímetro e não mexam no que é dos outros sem autorização.

Créditos de imagem (aqui).
4. Cozinhar não é só para quem tem arte
       A verdade é que com as novas tecnologias a arte de cozinhar acaba por estar acessível a todos. Podem encontrar pelo blogue (aqui) receitas muito fáceis de fazer. Aliás, se procurarem pelo google até ficam a saber boas receitas para o vosso tipo de dieta pretendido, bem como as mais económicas. Um dos sites que mais recomendamos pela variedade de opções para todos os gostos e regimes alimentares é o Tudo receitas (ver aqui), pois aqui têm receitas para celíacos, vegetarianos, omnívoros, diabéticos etc.


5. Poupar tempo e dinheiro em comida
       Se tiverem oportunidade de dar uso a um congelador, então têm o que é necessário para poupar tempo e dinheiro em comida. Não dizemos que é o melhor recurso, mas a seu tempo vão perceber que é uma medida muito boa. O que propomos é que façam sopa e mais duas ou três refeições que possam congelar. Claro que também podem fazer comida para mais pessoas e congelar o que sobrar. Desta forma, quando chegarem a casa num daqueles dias em que estão completamente k.o. ou que seja fora de horas e queiram comer algo rápido, já não vão perder dinheiro e ganhar calorias com as comidas congeladas pré-feitas do supermercado. São as chamadas refeições SOS que nos salvam de encomendar uma pizza, um frango assado ou de irmos gastar mais dinheiro ainda num sushi/chinês. Obviamente que vontade para essas opções todas também haverá, mas assim é mais saudável e menos dispendioso. 


6. Organização no pagamento das contas
       É essencial que haja organização. Arranjem os truques que vão achando mais apropriados, com ajudas de utensílios electrónicos ou não, mas não deixem de se organizar. Preferencialmente paguem as contas com antecedência para que não corram o risco de acabar por pagar mais tarde e pagar já os juros do atraso... O nosso conselho é que mesmo que não consigam pagar de imediato, deixem de parte o dinheiro logo no início do mês. Deixem até dinheiro a mais senão souberem a quantia certa. A verdade é que vos vai dar jeito ter algum dinheiro guardado... Além de que não correm riscos de gastar mais dinheiro do que o que poderiam.
       Se morarem sozinhos esta questão é muito fácil, pois basta que coloquem as contas à entrada para que se obriguem a vê-las todos os dias e a estarem com atenção. Ah! E escusado será dizer que devem ir todos os dias verificar a caixa de correio...


Créditos de Imagem: Aqui.
7. Dossiers identificados com documentos
       Arranjem bonitos dossiers ou capas e guardem um espaço para os guardar, devidamente identificados. Vão servir para terem todos os documentos arquivados e não perderem nenhum deles. No nosso caso o plano é ter 3 dossiers, que se identificam por "Doc. Ela"; "Doc. Casa"; "Doc. Ele", onde organizamos todos os papéis. Assim sabemos sempre onde estão todas as informações de que necessitemos. Mas não se esqueçam que só podem arquivar as contas quando já tiverem recibo e tudo agrafado para não correrem nenhum tipo de riscos de perdas, extravios ou esquecimentos... 


8. Procurem a forma de deslocação mais barata
       Se pesquisarem com antecedência nas várias hipóteses que têm para se deslocar para a faculdade/ trabalho e fizerem as contas aos gastos, podem ficar a saber como ficará mais barato. Desta forma sabem se é fazível ir a pé; se terão que apanhar comboio, autocarro e metro; ou podem só apanhar autocarro e metro; ou se não terão outra hipótese a não ser ir de carro, por exemplo.


9. Façam uma lista de compras
       Se fizerem previamente uma lista de compras, com noção das receitas que pretendem elaborar por uma semana ou quinze dias, por exemplo, evitam gastos desnecessários em comida que vai acabar por se estragar sem ter servida para nada. Podem também antever os gastos aproximadamente e saber onde poupar e fazer planos para o que poderiam investir no próximo mês... 


Créditos de Imagem: Aqui.
10. Arranjem mealheiros
       A verdade é que vão dizer "pois, mas isso é para quem pode juntar". Oh meninos/as, uns juntam mais, outros juntam menos, mas admitam que dá sempre para juntar um bocadinho... A verdade é que podemos poupar um café e meter de parte. Se colocarem legendas nos mealheiros ainda se vão sentir mais motivados a poupar, como por exemplo "carro de sonho" ou "viagem maravilha" ou, num sentido mais prático e realista para quem vai viver sozinho, "um sofá" ou "a mesa de cozinha". 


       Depois há várias outras dicas que poderíamos dar, tais como terem sempre duas bilhas de gás em casa (para quem usa bilhas de gás, obviamente!), pois assim não terão que tomar banho de água fria se a botija acabar. Outra é colocar uma garrafa de água dentro do autoclismo, para quem não tem os dois botões diferenciadores, pois podem diminuir os gastos de água em cada ida ao wc. Parece uma parvoice, mas a verdade é que no final do ano, pode significar uma redução na conta da água...


       Que dicas dão vocês para quem quer morar sozinho/a pela primeira vez? 

       Esta publicação sai hoje por aqui, mas nós ainda andamos a ultimar os preparativos para morarmos juntos... Está quase a vir a data... Mas claro que vocês vão saber logo, logo quando tudo estiver pronto! Entretanto, ficaremos à espera das vossas dicas!
Image and video hosting by TinyPic

6 comentários

  1. Respostas
    1. Ficamos contentes se pudermos ajudar. :)
      É engraçado pensar que este blogue começou como se fosse um livro de receitas virtual, depois um bloco de notas aka livro de memórias e depois passou a ser a compilação do que nós gostamos/ achamos importante e já abrange taaanta coisa...
      Obrigado por nos acompanhares!

      Eliminar
  2. Boas dicas para quem está a pensar juntar os trapinhos
    Beijinhos
    Clara Dinis
    docinhomorango7.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nós damos as dicas que nós próprios procuramos... eheh

      Eliminar
  3. UAU, NEM ACREDITO QUE SUGERIRAM O TUDORECEITAS!
    a sério, estou em êxtase! xD

    fico muito contente por o visitarem e recomendarem, eu esforço-me diariamente nesse sentido! e sempre que fizerem alguma receita de lá, fazer o favor de deixar um comentário para eu saber que fizeram e o que acharam :D

    beijinhos!
    18 and a life ♡

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nós não temos ainda o tempo que gostaríamos para fotografar e fazer as coisas certas e queríamos arriscar quando o podermos partilhar. Porque realmente as receitas do tudoreceitas merecem ser mais do que partilhadas. É um trunfo para qualquer casa ter esse site à mão. Não te escrevemos isso porque estás a ler (até porque nem sabemos se vais mesmo ler ahah) mas porque realmente gostamos mesmo do site!! Está nos nossos favoritos e então quando tivermos na nossa casa esse site vai ser o nosso maior aliado! Nós é que temos que vos agradecer pelo vosso trabalho.

      Eliminar

Obrigado pelo comentário! Vamos responder-te no mais breve espaço de tempo que nos for possível. Até sempre! :)

Latest Instagrams

© Ela e ele... Ele e ela.... Design by FCD.