14 Factos Sobre Ter um Gato/a

segunda-feira, março 07, 2016

Esta é a nossa peste, a Maria Preta.
É notório desde que entram no blogue que a nossa gata faz completamente parte da nossa vida. E é mesmo verdade. O cão também faz, mas acaba por ser mais da família (da minha (Ela)). A gata, a nossa peste negra, é mesmo a nossa pequena. Tratamo-la como se uma filha fosse. Isso é bastante notório. Em alguns aspectos, intervém mesmo directamente na nossa vida. Com os seus aspectos negativos e positivos, nós adoramos cada um dos 14 factos sobre ter um gato/a. Para nós, esses factos básicos consistem em:

1. Os gatos dormem meeeeeeesmo muito. Eles procuram a comida, brincam quando querem, mas o dia-a-dia na sua generalidade consiste em dormir. Principalmente agora no inverno, com todo este frio, o que a nossa peste negra melhor faz é dormir. E isto não é só um mero aspecto. É um aspecto muito relacionado com o próximo ponto.


2. Os locais mais inesperados podem servir-lhes de cama. Olham para os seus humanos a pensar "tu darias uma excelente cama" e não vêem quaisquer inconvenientes em usar-nos da mesma forma que usariam uma cama própria para gatos. Procuram ajeitar o nosso corpo da forma que mais jeito lhes dá. Se muitos deles utilizam também as bonitas camas que compramos para as nossas pestinhas (como é o caso da nossa), eles também gostam de variar. Podemos então encontrá-los a dormir nos mais estranhos locais. Agora nesta altura mais fria, a nossa peste adora dormir em cima do aquário que é de água quente (portanto transmite o calor que ela gosta). Tocamos nela e parece que vai explodir de tão quente que está, mas ela parece estar nas sete quintas, como se costuma dizer...


3. Têm personalidade muito afincada e as suas próprias vontades. A nossa prima pela teimosia. Nós tentamos mostrar que ela não pode dormir em cima da roupa para passar e ela dá meia volta e volta ao mesmo só para mostrar que a vontade dela prevalece. E quando lhe damos banho? Fica umas quantas horas chateada connosco. Ninguém se pode aproximar que ela foge, como quem diz "assim não brinco mais convosco". Também sabe muito bem pedir comida. Ou pedir para ir à rua. Só falta mesmo falar. Por exemplo: Ela mia e toca com a pata na torneira do bidé quando quer água; ela mia, vai contra ti e corre para a porta e bate com a pata, para mostrar que quer ir à rua.


4. Os gatos comunicam com os seus humanos. Não, não estamos loucos. Quem tem um gato/a sabe o que significa cada miar. Se miam porque têm fome, porque querem água, ou, no nosso caso, quando quer ir à rua.


5. Gostam de marcar os seus humanos, enchendo toda a roupa com os seus pêlos. Todas as pessoas que têm gatos acabam por estar marcadas desta forma, umas mais do que outras. Como a nossa gata é preta não se nota tanto, mas como agora está com queda de pêlo nota-se bastante!

6. Os gatos são independentes. Limpam-se sozinhos, lambendo o pêlo, não precisando de banhos frequentes. (A nossa por motivos médicos toma). Quando vão fazer as suas necessidades fisiológicas, vão ao sítio certo e tapam tudo o que fizerem. Nascem a saber isso. São mesmo muito asseados e autónomos.


7. São mesmo autónomos, já que nem para brincar precisam de nós. Eles pegam em qualquer objecto para servir de brinquedo. Uma caneta, uma folha de papel amachucada... Qualquer coisa serve, meeesmo. Em especial se houver caixas em casa... Aí é toda uma brincadeira a subir de nível, ainda que também possa servir de cama.


8. São um óptimo peluche de aquecimento! Que bem que sabe quando está um frio de rachar e o gatinho procura o calor do nosso corpo, deitando-se ao pé dos pés ou mesmo em cima da nossa lombar. É um autêntico peluche, mas mais quente e ainda mais fofo!


9. Têm uma energia inesgotável, principalmente à noite ou de madrugada, quando nós queremos dormir. Mas é perfeitamente normal. Lembrem-se que enquanto vocês estão fora de casa, a tratar das vossas vidas, os pestinhas estão a ganhar energias para depois vos massacrarem a pedir atenção durante a noite.


Através desta fotografia dá mesmo para ver quem é que manda cá em casa.
É a mini-pantera negra, está claro!
10. Os gatos são os nossos donos e não o inverso! Quantas vezes já não ouviram de quem tem um gato ou quantas vezes já vocês próprios não contaram: "Estou com imensas dores nas costas. O meu gato dormiu em cima de mim e para não o acordar, dormi todo torto". Bom, comigo (eu, Ele) isso não acontece. Sou contra isso, até porque bem sei que ela dorme enquanto eu trabalho para lhe dar toda a comida que ela implora. Mas eu (Ela) acabo por fazer isso todas as noites... Isso e levantar-me para lhe ir dar uma goluseima, ou um brinquedo que faça menos barulho, ou mesmo só para lhe dar água fresca...


11. Os felinos apelam a que façamos exercício físico. É quase impossível não andar sempre atrás dela, a correr para a apanhar para a trazer para casa, quando ela vai à rua; da mesma forma que também exige muito esforço físico fazer com que ela não saia à rua. Além de que se queres os dois segundos de atenção e tê-la ao colo durante meio segundo, então tens muito que correr até a apanhar... E isto leva-nos ao próximo ponto!


12. Ensinam-nos na prática a expressão Carpe Diem. Quem melhor do que os gatos/as para nos ensinarem a aproveitar ao milésimo de segundo o melhor do que a vida tem para nos oferecer?! São escassos os segundos maravilhosos que conseguimos tê-los ao colo e fazem-nos sentir que conseguimos conquistar o mundo depois disso. Além de que estão sempre a apreciar a beleza da rua e fazem-nos reparar nas mais pequenas coisas que a beleza da natureza tem para nos oferecer. Correm atrás das borboletas; observam durante horas o exterior da janela, etc.


Tentamos sempre usá-la para embelezar as fotografias cá para o blogue. Mas depois é impossível reparar em algo...
Só há olhos para esta peste negra!
13. Os gatos são uma fonte de inspiração. A nossa peste está agora a ser a nossa fonte de inspiração para esta publicação, por exemplo. Além de que nos despertam a calma e os sentidos mais criativos. Lá criativos são eles... Relembrem o local onde a Maria Preta prefere beber água ou a sua cama em cima de um aquário.


14. Ensinam-nos que na vida não temos sempre o que queremos. Podemos esmiuçar o nosso cérebro a procurar a brincadeira mais divertida para eles, quando eles querem dormir, mas eles acabam por ir dormir na mesma, enquanto que quando nós formos dormir são eles que nos procuram para brincar.



E vocês, têm algo a acrescentar à lista? 

Nós para acrescentar só temos a dizer: A nossa gatinha é um grande amor na nossa vida e a nossa grande peste!
Image and video hosting by TinyPic

22 comentários

  1. Agora que também tenho um, dá-me imenso jeito saber estas coisas :D

    ResponderEliminar
  2. Amamos animais , realmente os gatinhos dão um show , maravilhosos e fofíssimos ♥ yeahvouarrasar.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É sinal que és boa pessoa! Animais são o melhor deste mundo!! Os cães maravilha, os gatinhos fofos... Só maravilhas deste mundo!

      Eliminar
  3. Tenho uma peste negra masculina e uma peste negra e branca feminina, revi-me em todos os pontos em especial o de dormirem onde lhes dê na real gana, cá em casa acabaram-se as idas às fofuras de casinhas lindas para a bicharada, eles escolhem, eles mandam, comem , dormem e os meus bebem na ponta oposta da casa onde comem!!! Porquê? Não sei mas a taça da água ao lado da comida daqui a bocado ganha bolor, a taça que está debaixo da aparelhagem, essa sim, é sempre a dar-lhe. Corridas de uma ponta à outra da casa, isso não vos acontece? Se calhar estão a dormir e não acordam, pois nós acordamos com as maratonas às 3h da manhã... O cão respeitinho aos gatos não podia ter mais, eles cheiram a comida dele mas se ele lhes passa a 10 cm, leva uma pantufada (um perdigueiro de 30 kg)... Isto dos pêlos a cheirar a amaciador e roupa lavada, desisto, o discurso é igual ao vosso, mi casa és tu casa aparentemente ... Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é mesmo sinal de felicidade! :D
      E não é tão bom sentir que alguém vive a mesma felicidade que tu? Eles são mesmo das melhores coisas do mundo! São o nosso grande amor!

      Eliminar
    2. Digamos que nesta casa mandam eles mas eu não era a mesma sem o cão e os gatos e o meu "ele" também não...
      off topic: adorei o vosso blog e ao kit de sobrevivência adicionava sementes de milho e latas de azeite, além de champô seco
      Beijos

      Eliminar
  4. Eu sou uma fã de cães, mas gosto de gatos também. O único defeito que lhes encontro é o facto de, com a sua independência bem evidente, não os posso "apertar" quando quero :P

    Beijinho
    Daniela
    Blog Cidade do Pecado | Facebook | Instagram | Snapchat: cidadedopecado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nós apertamos na mesma... Mas claro que ficamos com as nossas marcas de guerra ahahah

      Eliminar
  5. Identifiquei-me taaaaaaaaaaaaaaaanto xD Adoroooo!!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só quem tem real amor a estas pestes perceebe! :P

      Eliminar
  6. Estou há quase um ano a experimentar, pela primeira vez, ter uma gato e estou a adorar! Como vivo numa casa, ele passa o dia fora e à noite vem para casa. Mas quanto aos restantes pontos,estou 100% de acordo!
    Kisses,
    Messy Hair, Don't Care

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é tão bom tê-lo para aquecer os pés à noite, não é? ahah

      Eliminar
  7. Pessoalmente prefiro os cães, mas os gatos acabam por ter uma personalidade muito forte, até mesmo intensa!

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo. Nisso tens toda a razão! Quando corrigimos ou contrariamos as ideias de um cão, ele dali a 2 segundos já não se lembra e é sempre o nosso mais fiel amigo. Já os gatos... Bom, a nossa fica chateada durante horas, como é agora o caso. Acabámos de lhe dar banho!

      Eliminar
  8. Eu nunca gostei de gatos. Mas à dois anos, dei um pequenino ao meu namorado, e acho que me comecei a afeiçoar à criatura. É bem verdade o que vocês escreveram ahah, eles é que mandam nos donos e não ao contrário (como acontece com os cães) :D

    http://theeyesofamermaid.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas também já te apaixonaste, admiteee! ahah
      Eles podem ter mau feitio, mas são lindos e são uns amores!

      Eliminar
  9. Sinceramente adoro a personalidade felina, aos contrário dos cães, os gatos são muito independentes, teimosos e donos dos seus narizes. A minha foto favorita é a da cara dela dentro do aquário. A vossa preta é uma gatinha muito bonita.

    Beijinhos,
    Débora | Heidiland

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os gatos obrigam-nos a conquistá-los diariamente. Há que manter a chama de uma boa amizade acesa ahah
      Ela é uma peste... Mas é muito gira! É a peste dos nossos olhos! :)

      Eliminar
    2. A nossa Lucy demonstra com os seus dentinhos e unhas quando está chateada connosco. Eu adoro cães e gato, por mim, tinha um de cada, mas admiro a personalidade felina. Nós conseguimos fazer tudo de um cão, mas o gato precisa de ser conquistado.

      Eliminar

Obrigado pelo comentário! Vamos responder-te no mais breve espaço de tempo que nos for possível. Até sempre! :)

Latest Instagrams

© Ela e ele... Ele e ela.... Design by FCD.