Dicas para quem vai adoptar um/a gato/a!

sábado, abril 30, 2016

       Esta é uma resposta a perguntas que, por vezes, os nossos amigos nos fazem "vou adoptar um gato, e agora? O que é que eu preciso comprar e o que é que tenho que fazer?". Antes demais a nossa resposta terá que ser que adquirir um animal está muito longe de ser o mesmo que comprar uma nova televisão lá para casa. Deve ter-se consciência (ainda que a lei portuguesa ainda não a tenha!), que ter um gato é ter mais um membro da família. É saber que o vamos ter uma vida; que vai ser nosso para sempre e que vai precisar dos nossos cuidados muitos anos. Por isso mesmo há que ponderar muito bem se temos essa disponibilidade psicológica, mas também se teremos as condições de espaço, bem como as condições financeiras adequadas ao acto. Depois disso, passemos das intenções às acções!
       Antes de trazer o felino para casa precisamos de adequar o nosso espaço para a sua presença. No nosso caso, antes de nos mudarmos para a casa em que vamos viver juntos, vamos ter que preparar os sofás com umas capas para os proteger; vamos decorar a casa pensando à partida que tem que ter as condições adequadas. As decorações não podem ter demasiadas fitas ou bordões que despertem as atenções dos gatos. Os cortinados devem durar pouco tempo (no nosso caso já conhecemos a nossa gata e sabemos disso, mas não acontece o mesmo com todos, ainda que mais valha prevenir do que remediar), por isso escolhemos logo uns mais em conta. Não colocamos os objectos nas pontas das prateleiras, pois já sabemos que a nossa Preta é um pouco desastrada... Fomos aprendendo algumas coisas de acordo com a personalidade da nossa gata. Claro que tudo dependerá da personalidade de cada gato/a. Se quiserem tentar prever o comportamento do vosso gato/a, podem pesquisar a raça pela internet. Se quiserem seguir à aventura, ficam a saber que, basicamente a regra a ter em mente como a mais importante é: não deixem comida sem protecções com felinos por perto, ou acabam sem ela...

       Depois de todas as questões comportamentais; depois da tomada de consciência do que será ter um gato, se quisermos assumir esse compromisso, então o que vamos precisar será toda esta lista: 

  • Caixa de wc - Nós vamos adquirir agora uma caixa especial, para ser mais prático remover os dejectos. É um pouco mais dispendiosa, mas tem um sistema inovador de separação de dejectos. São dois tabuleiros e uma peneira que fazem com que seja fácil, rápido e eficaz remover toda a sujidade, desperdiçando o mínimo de areia. Encontrámos esta preciosidade à venda na loja online Bonnie & Companhia que podem conhecer através do facebook (aqui) ou dar uma vista de olhos pelo site, onde podem ver tudo o que têm para gatos e outros animais domésticos (aqui). É certo que custa um pouco a dar, mas é bastante resistente e tende a ser duradoura, se obtiver o uso adequado. A responsável pela loja online informou-nos que era preciso que a areia fosse aglomerante para que o objectivo da caixa fosse possível de ser cumprido. Se esperarem mais uns tempos podemos fazer a nossa crítica ao produto, se do vosso interesse. Até lá. podem sempre procurar uma caixa menos dispendiosa que servirá para o mesmo efeito. Com tampa é sempre preferível para que seja mais cómoda a limpeza, não havendo tanta areia a sair fora da caixa. Existem inclusive sacos específicos para colocar nas caixas de wc e ser mais fácil a sua limpeza. 


  • Alimento próprio para felinos - Há muito pouco tempo descobrimos que o alimento ideal para felinos ou cães nada tem a ver com as marcas ou preços. A indicação que nos deram é bastante simples por isso agora não há desculpas para não encontrarem a comida ideal para os vossos patudos! A dica é que vejam a composição da comida para gatos e escolham aquelas que na primeira posição, ao invés de cereais e afins, tenham carne ou peixe, pois significa que é o que terá em maior quantidade na sua produção. Será então o mais próximo da sua comida natural, no seu respectivo habitat. Já que falamos em habitats, há que informar ou relembrar que os gatos são originais do norte de África e não costumam beber muita água, pelo que não é benéfico para eles se só lhes derem comida seca. Ao contrário do que a maioria dos veterinários diz, faz bem dar-lhes as latas de comida húmida. Numa outra publicação poderemos apresentar mais detalhes do que será ideal para a comida dos felinos, mas, por agora, achamos que é essencial dar-vos mais uma dica (a que virá a seguir).



  • Brinquedos caça alimentos - Podem encontrá-los em qualquer loja de animais, com os mais diversos formatos e preços... ainda que todos eles caros. É que os gatos fartam-se de usar os mesmos brinquedos rapidamente e procuram logo outro para o substituir... Assim sendo, o ideal é que se construam os brinquedos com materiais recicláveis que possam ser alterados facilmente, não havendo o problema de se cansarem deles, nem de os destruírem em 3 tempos.

           Podem construir uma fonte para que os felinos bebam água com uma bomba de aquário e pouco mais. Podem furar garrafas de plástico e colocar comida lá dentro para que eles tenham que 'lutar' com a garrafa para conseguir a comida. Vão mantê-los activos, saudáveis e, de certeza, muito mais felizes! E por falar em felicidade e brinquedos...

  • Brinquedos - São essenciais para que os gatos não se tornem demasiado sedentários; para que não acabem a comer e dormir, dormir e comer... Mas como já dissemos, os gatos cansam-se depressa dos brinquedos. Por isso mesmo mais vale apostar em fazer brinquedos ou comprar os mais baratos. Nós comprámos um tubo igual ao da imagem (no gearbest.com) e quanto a mais brinquedos... Se quiserem diy's (em português faça você mesmo) e ideias para fazerem os vossos próprios brinquedos para gatos, deixem o pedido nos comentários que nós temos todo o gosto em mostrar-vos as nossas ideias!



  • Arranhadores - Já que estamos a falar de artigos indispensáveis para os felinos domesticados, não podemos deixar de falar de arranhadores. Se querem que os vossos sofás, cortinados e afins sejam poupados, devem investir em ter vários arranhadores espalhados pela casa, para que os pequenos possam manter as unhas cuidadas. Claro que isso não dispensa que cortem as unhas de tempos a tempos, mas ajuda muito. Podem fazer os vossos próprios arranhadores com cartão e/ ou fio próprio que encontram em vários locais, ou podem adquirir em supermercados ou lojas de animais. 


  • Bebedouros - Geralmente os gatos não gostam de beber água, mas pela experiência que temos, quando o fazem preferem sempre beber água nos locais mais inesperados, como em vasos de plantas aquáticas ou nos bidés da casa-de-banho, por exemplo. Mas sabem que mais? Eles estão habituados a ter muito espaço para percorrer e gastar energias, pelo que não faz mal nenhum se tiverem quase um bebedouro em cada canto da casa. Só lhes faz bem!


  • Cama ou iglo - É importante que tenhas uma cama que seja um espaço só do gato. Há muitos que nunca querem aceitar o espaço e preferem optar por compartilhar as nossas camas, mas é importante que tenham o seu espaço no caso de o quererem, o terem. Um espaço para estarem sossegados sempre que precisarem de descansar. Até pode servir como elemento de decoração. Nós achamos que sim! Em breve vamos mostrar-vos o resultado do nosso castelo para gatos que andamos a planear...


  • Transportadora - Será também muito importante ter uma transportadora que permita que viajem com os vossos amigos em segurança. Lembrem-se sempre que mais que não seja uma viagem ao veterinário vão ter que fazer de vez em quando...


        Escrever esta publicação levou-nos os pensamentos para várias outras ideias de publicações, por isso se quiserem mais alguma, não hesitem em contactar-nos que nós trataremos disso o mais depressa possível. Se tiverem outras questões também podem ter a certeza que responderemos com brevidade a todos. De resto, o que queremos saber é: Acham que falta mais alguma coisa a mencionar como principal à vida de um felino doméstico? Gostaram da publicação? Esperamos que seja útil!
Image and video hosting by TinyPic

7 comentários

  1. tínhamos muito que conversar.. adorei o post e as dicas e de facto é preciso ter muito amor e disponibilidade.. a minha Nina destrói tudo, não adianta ralhar nem castigos é mais forte que ela.. Cortinas é uma paródia cenas de esconde esconde que só visto, consegue abrir gavetas com as patas, tive de guardar anéis dentro de uma cx fechada porque ele ia buscar para brincar.. Tudo que está em cima vem para ao chão, só bebé agia do aquário ou da torneira da cozinha... E meu deus podia ficar aqui uma eternidade.. mas é a minha Nina e não vivemos sem ela o Gustavo quando acorda chama logo por ela..
    beijinho

    Beleza De Mulher e Mãe
    Facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. AAhhh tínhamos mesmo muito que conversar sobre o assunto! Estes pestinhas dão panos para mangas de assuntos, lá isso dão! ahah Vamos agora adoptar outro traquinas e as cortinas já as comprámos à espera de as estragar, porque isto nunca fiando... ahah

      Um grande beijinho, Cristina!

      Eliminar
  2. Respostas
    1. E ainda estás a pensar? Porque não adoptaste já? :P

      Eliminar
    2. Tem cuidado com a junção... É preciso ter muita paciência, mas pela nossa experiência e pelo que lemos é muiiiiiiiiito mais fácil juntar gatos e cães do que gatos e gatos, por incrível que possa parecer...

      Eliminar
  3. Ola Linda :)
    Tudo Bem?
    Adoro o POST:)
    Obrigada
    Novo Post:http://openklosetfashion.blogspot.pt/2016/05/espaco-espelho-d-agua.html
    Instagram:@openklosetfashion

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário! Vamos responder-te no mais breve espaço de tempo que nos for possível. Até sempre! :)

Latest Instagrams

© Ela e ele... Ele e ela.... Design by FCD.