Visita a Serralves e à colecção Joan Miró

quinta-feira, novembro 10, 2016

       Quando dissemos à família e amigos que íamos para uma viagem ao Porto, muitos foram os que nos recomendaram visitar a Fundação Serralves e o seu museu de arte contemporânea, onde poderíamos encontrar diversas obras de Joan Miró - Maternidade e Metamorfose. E lá fomos nós... Andámos desde o hotel moov até Serralves só mesmo para ver esta exposição. A questão prende-se com: será que valeu a pena todo o esforço físico de pessoas que não estavam minimamente preparadas para tal? É o que podem descobrir por vocês mesmos ao continuarem a ler a publicação.

       A esta altura é importante referir que não somos os maiores entendidos, nem os mais apreciadores de arte contemporânea. No início quase nos arrependemos de ter iniciado uma visita, onde não se paga pouco, para ver quadros com duas pinceladas de tinta... É uma arte que ainda não aprendemos a apreciar. Mas com o tempo pode ser que melhoremos. Por agora, podemos dizer-vos que existem diversas exposições pelo museu Serralves, entre as quais a de Michael Krebber "The Living Wedge", onde poderão encontrar pranchas de surf em forma de arte; um espaço para conversas sobre a arte portuguesa recente, na colecção de serralves; os projectos contemporâneos da artista Rachel Rose; a campanha de Liam Gillick, entre várias outras. Mostrar-vos-emos algumas, mas destacaremos a exposição de Miró.

       A esta altura não conseguimos deixar de vos dizer que a certa altura eu ("Ela") ao ver o olhar perdido do ("Ele") lhe perguntei o que estava a achar do museu, ao que ele respondeu algo como "eu não percebo nada disto"... Eu ("Ela") fartei-me de rir! Por certo que quem viu o nosso insta stories (aqui) nesse dia também se riu muito. Mas a verdade é que para quem desconhece quase por completo este tipo de arte, é difícil apreciar um quadro com duas pinceladas de tinta. O que vos parece a vocês?





Exposição Joan Miró - Materialidade e Metamorfose

       A sensação de estarmos totalmente perdidos desvaneceu ao entrar na exposição de Joan Miró. Nota-se a tentativa de procura de novos materiais e se olharmos bem descobrimos diferentes mundos nas obras de Miró. Ajudou ainda mais a que percebamos a sua obra o facto de nos termos juntado, como jovens que somos, a estudantes que tinham uma guia que lhes ia explicando o que iam vendo. Ajudou-nos imenso a compreender o mundo de Joan Miró, dos monstros e dos diferentes materiais com que procurava reproduzir as suas obras. Chegou inclusivamente a queimar as suas obras-primas somente para ver o resultado final... Há malucos para tudo. Conseguimos compreender melhor agora quando nos dizem que "qualquer um pode ser Miró", no sentido de que as suas obras podem, à primeira vista, parecer feitas por crianças. Mas, por outro lado, rapidamente deixamos de lhe ver sentido, já que foi um inovador nas suas artes e se torna, portanto, um artista e exemplo a seguir. É sempre importante avaliarmos as histórias e compreendermos o artista por detrás da sua arte.

       É bonito quando pensamos que é um artista bastante inovador para o seu tempo. Um pintor que gosta de experimentar novas matérias, novos traços e expor novas formas de ver o mundo.

       Na nossa opinião, pelo nosso gosto, não conseguimos apreciar as obras expostas no museu Serralves, isso temos que admitir, pois sabem que não escondemos nada. Não conseguimos apreciar um quadro com uma pinta ou uma mera pincelada. Parece-nos um início de quadro e não um quadro final. Não achámos particularmente bonito ver as pranchas de surf partidas em pedaços. Falha nossa, possivelmente, mas é a nossa opinião. Por outro lado, recomendamos vivamente que visitem Serralves para ver a exposição de Miró, se possível, ouvindo uma das guias, para que compreendam melhor o que estão a ver. A par disto, recomendamos também que vão com bastante tempo para poderem dar um longo passeio e usufruir do ar puro dos grandes jardins de Serralves. Têm umas instalações fantásticas e é um desperdício se só virem as artes, pois a Natureza é uma arte muito admirável! eheh



Já alguém por aí visitou estes jardins e as exposições de que falámos?
Qual a vossa opinião?


4 comentários

  1. Os jardins e algumas das exposições que por vezes têm vale super a pena, na minha opinião! Passa-se um dia bem diferente! :p

    Beijocas,
    ANDA DAÍ!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aprende-se imenso a visitar exposições, museus e monumentos. No caso houve parte que nos disseram mais do que outras, como escrevemos. Mas os jardins valem a pena serem visitados, nisso não pode haver discussões! :)

      Eliminar
  2. Quanto à arte em si, confesso que não a maior fã e tal como vocês, não iria conseguir apreciar! Mas os jardins são lindosss, e para um passeiozinho e uma tarde diferente não está nada mal! Vou colocar este sitio na lista para a próxima viagem ao Porto...
    Adorei o vosso blog, já estou a segui-lo *
    Beijinho
    http://omundodajesse.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pela tua simpatia! :)
      Nós também adorámos os jardins. Valem mesmo a pena serem visitados. Recomendamos!

      Eliminar

Obrigado pelo comentário! Vamos responder-te no mais breve espaço de tempo que nos for possível. Até sempre! :)

Latest Instagrams

© Ela e ele... Ele e ela.... Design by FCD.