Sé do Porto

segunda-feira, dezembro 05, 2016

       Ir a Roma e não ver o Papa, ou ir a Lisboa ou ao Porto e não visitar a Sé, é a mesma coisa. Não importa a religião que temos ou no que acreditamos. Faz parte da cultura mundial. No caso da Sé, é uma obra prima que se recomenda visitar, pois em fotografias não se consegue captar tudo o que os olhos vêem no seu território. De qualquer forma, hoje ficam com a nossa visita, em fotografias, para o caso de não conhecerem, ou já não se lembrarem deste grande edifício monumental!


       Como dá para perceber pela última fotografia, e mesmo noutras que hão-de vir por aí, a nossa viagem ao Porto, bem como a qualquer lado a que vamos passear, contou sempre com uma bela companhia: uma grande garrafa de água que não nos permitia desfalecer por entre o muito que queremos visitar. Claro que no Porto tal não era excepção à regra! De garrafa em punho, máquina fotográfica ao pescoço e telemóvel com o chamado pau de selfie na mão, lá andámos nós a percorrer todos os cantos e recantos, dos mais principais e famosos, aos menos conhecidos, mas igualmente bonitos. Fomos com algumas notas de onde queríamos ir, mas muitos outros locais visitámos por impulso. Quase sem darmos conta, as nossas primeiras visitas foram a edifícios pertencentes à Igreja Católica. No Porto não faltam obras-primas a este respeito. Mas tal será material para uma próxima publicação, para que possam comprovar mais em detalhe ao que nos referimos e para que possamos até ter outro teor de publicação. Hoje vamos focar-nos na Sé, que é tão bela, e no seu pôr-do-sol que é bastante especial.

        A Sé, também conhecida como Catedral da cidade do Porto, é um dos principais e mais antigos monumentos de Portugal. A sua construção data da primeira metade do século XII, prolongando-se até ao princípio do século XIII. Primeiramente era um edifício em estilo românico, mas ao longo dos séculos já sofreu várias alterações. Tornou-se muito mais do que um edifício bonito. Muito mais do que uma mera igreja.

        Temos que admitir, desde já, que nos fascinam todos os detalhes, todas as pinturas e ornamentos que compõem a Sé. Pensar que tudo isto já foi restaurado, mas que se mantém, na sua essência, no que foi há séculos atrás. E pensar que hoje em dia somos tão mais evoluídos e as obras arquitectónicas procuram o simples, o básico, o dito moderno. Nós somos mesmo à antiga. Não fosse o ter que olhar a meios e teríamos uma casa em formato de labirinto, com ornamentos, vitrais varandas e todos os detalhes. Mas caaaalma. Muita calma. Também nunca seria nada do género de uma igreja. Nem poderia, já que são locais que têm todo o ambiente envolvente transformado em algo que só por lá se pode sentir. Numa casa habitacional, toda a paz envolvente era perdida. 

       A nossa opinião e a nossa religião serão assunto para outra publicação, mas a nossa admiração por todo este tipo de arte é aqui assumido. E é tão engraçado poder pisar onde já tantos pisaram. Poder imaginar como seriam as suas vidas, e tudo o que aquelas paredes já viram. E estas paredes da Sé escondem muito mais do que histórias de uma igreja. Aliás, há muitos mais cantos e recantos para visitar, por um pagamento simbólico de 3€ que visa a manutenção deste edifício.

       Escusado será dizer que perante uma questão de descobrir o desconhecido, nós embarcámos na aventura. Vimos a capela de S. Vicente, o túmulo de quem quis ser sepultado na Sé. Recomendamos que, se visitarem este espaço, dêem os 3€ e façam a visita completa. Nem faz tanto sentido ser de outra forma. Até porque as capelas são tão ou mais bonitas, quanto a igreja principal.

       São espaços sagrados que respeitamos, mas a nossa loucura, ainda que comedida por estes lados, está lá sempre. E o entusiasmo de estar a fazer descobertas dá-nos a força para andar a apressar com medo que as horas passem e não haja tempo para ver tudo. Mas o que é certo é que depois sentimos pena por não termos passado por lá mais tempo. A visita termina com muita rapidez. Não vos acontece isso também? 

       No ano de 1333 foi construída uma capela funerária para João Gordo, cavaleiro da Ordem dos Hospitaleiros e colaborador de D. Dinis, sepultado em túmulo com jacente. Da mesma época data o claustro (séc. XIV-XV), contruído no reinado de D. João I. Este rei casou-se com D. Filipa de Lencastre na Sé do Porto em 1387. Como vêem, todos estes espaços contam muitas histórias... histórias da nossa História!

       Há ainda uma pequena amostragem das vestes, livros sagrados e espaços que explicam a história do local. São imagens que nos fazem mesmo pensar em como seriam as pessoas que por ali passavam. Isto é o que mais adoramos fazer!




E assim foi a nossa visita à Sé do Porto. Já visitaram também?
Ainda havemos de falar muito do Porto por aqui. A não perder! :) 




12 comentários

  1. Respostas
    1. Tens que ir! É um local lindo, lindo, lindo! Como tantos, no Porto, é certo. Mas é mesmo muito bonito!

      Eliminar
  2. Foi um dos pontos de interesse do Porto que eu não consegui visitar, mas acho fantástico que ela seja tão parecida com a de Évora. São amabas românicas, mas a Sé de Évora é bem mais bonita porque ficou a meio da transição do românico para o gótico, então a mistura dos dois estilos deixou-a linda de morrer! Sem contar com a vista que temos do telhado :D
    De tanta coisa que me falta ver no Porto, essa é sem dúvida uma das mais importantes.
    www.letsdonothingtoday.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo muito importante! E muito interessante. Além disso aconselhamos a vista ao pôr ou nascer do sol! Ficámos mesmo impressionados pela positiva! Recomendamos vivamente.

      Eliminar
  3. Bonitas imagens... O Porto é uma cidade muito bonita!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  4. quero tanto visitar o Porto *__* que fotos magníficas!!!
    beijinhosss

    Blog ChocoPink / Instagram / Facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marca uma ida com muito tempo, pois será precioso para conseguires ver tantas coisas bonitas!

      Eliminar
  5. já lá fui o ano passado e é mesmo giro (:
    http://arrblogs.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E dá fotografias muito giras! Nós adorámos conhecer todo o Porto! Ainda temos muito por contar...

      Eliminar
  6. Que fotografias lindas! :)
    beijinhos

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário! Vamos responder-te no mais breve espaço de tempo que nos for possível. Até sempre! :)

Latest Instagrams

© Ela e ele... Ele e ela.... Design by FCD.