Agora é que temos que ser 11 milhões!! Sejamos solidários!

domingo, junho 18, 2017

        Mais importante que tudo é bom divulgar os meios de auxílio aos heróis bombeiros, bem como a todas as famílias que se vêem em apuros devido ao incêndio que se deflagrou em Pedrogão Grande. Neste sentido, podem ajudar contribuindo para a conta da Caixa Geral de Depósitos através do IBAN PT50 0035 0001 00100000330 42 , da conta solidária 'Unidos por Pedrogão', sendo que o próprio banco público fez uma doação inicial de 50 mil euros. Se preferem ser mais activos, podem optar por não entregar apoio em numerário e escolher doar os produtos mais necessários, aos bombeiros voluntários mais próximos da área de residência, nomeadamente:
  • águas
  • bebidas energéticas
  • fruta
  • conservas
  • bolos secos
  • soro fisiológico
  • ligaduras
  • pomada para queimaduras.
Notas: 
- Solicita-se gentilmente, se possível, que as bebidas e alimentos sejam em doses individuais/ pacotes pequenos para que possam ser distribuídos por cada bombeiro.
- Pede-se também que não enviem produtos que estejam próximos da sua validade, tais como frutas maduras, carne ou peixe, para que não haja desperdício.


        Depois de divulgarmos as formas de ajudar (e nisto contamos com todos, porque só assim será possível fazer a diferença!) temos algo a dizer sobre o que temos vindo a ler em comentários a notícias ou mesmo em partilhas pelo facebook.
  • Lemos que o presidente da república gosta é de aparecer. Bom, já fazia mais do que o anterior, que nem a esse trabalho se daria, por certo. Mas não, ele é um presidente realmente presente e um presidente de afectos e preocupado. Não é preciso divulgarmos as nossas acções quando feitas. É preciso fazer e não divulgar. Um presidente como ele é motivo de muito orgulho. Não rouba o país, é digno, é preocupado, é amigo do país. Vai ao local crítico. Presta o seu apoio. Faz o que pode. Poderíamos continuar, mas honestamente só quem não é português é que não tem noção que Marcelo está a ser o melhor Presidente da República que já tivemos.
  • Se as estradas deveriam ser cortadas, se deveria ser tudo accionado mais rapidamente? Claro que sim. Mas esta situação não era esperada. As falhas acontecem. Não deveriam, mas acontecem! Há que ultrapassar a raiva que em nada ajuda nestas circunstâncias. Há que ajudar a resolver o possível. Há que agora pensar no futuro. Poderemos fazer melhor do que o que agora foi feito. Podemos todos aprender. Não só quem governa, mas também nós, civis, como nos comportarmos. Isto leva-nos ao ponto seguinte:
  • «Se fossem obrigados a limpar os terrenos...»; «A culpa disto é dos bombeiros e do governo por não limparem...» No caso deste incêndio, não teve relacionado com esta situação. Foi um ciclone que alastrou o incêndio deflagrado por trovoada a seco, desembocando fogo por floresta adentro. Antes não acontecia tanto isto, porque as populações usavam a Terra, nós, hoje em dia, não usamos com tanta frequência. O que temos a fazer é organizar-nos para que não volte a existir uma tragédia deste calibre. Há que organizar não só corridas, mas corridas com limpeza de florestas. É importante manter tudo limpo, não só de lixo, mas de material propício a que se alastrem os fogos. Se todos ajudarmos um pouco, pouparemos muito. Se cada um der um pouco de si, o mal por certo será menor! Não esperemos que seja o vizinho. Não adianta apontar dedos. Há que mudar a atitude e conscencializarmo-nos de que todos temos deveres cívicos sobre o planeta Terra.
  • Ouvimos algumas notícias da TVI. Quem é que ainda se surpreende com o seu mediatismo? Se eles se podem aproveitar de algo mediático, se podem contar a história de modo a que seja melhor vendida, então melhor. Todos já devíamos estar à espera disto. É triste, mas só alimenta este processo quem continua a dar visualizações a este suposto jornal. De qualquer forma, se quiserem pensar nas famílias que viram expostos os seus entes queridos que perderam nesta catástrofe, então podem deixar expor ainda mais a imagem e fazer directamente queixa: aqui. Nisto, dá-se o passo seguinte, que, de todos, nos escandalizou mais!
  • Há quem menospreze quem doa dinheiro porque podia dar mais. Se cada um der um pouco do que pode, então já fará muita diferença. A questão é que, por vezes, as pessoas preferem criticar e, na maioria dos casos, são essas as pessoas que nada deram de si. 
  • Ouvimos críticas aos bombeiros! São os heróis que arriscam a sua própria vida em prole das outras pessoas, que nem conhecem, sem receber em troca. São as suas famílias órfãs para diminuir as de quem querem proteger. Isto deveria ser motivo de extremo orgulho e não de críticas. São pessoas, não máquinas. Têm que se deslocar até aos vários locais, mas depois não se podem multiplicar por mais do que o que são. Faz-se o que se pode. É normal que as pessoas, com nervos digam coisas sem pensar. Mas a televisão deve ter noção das partilhas. Deve ter noção do que partilha e do seu impacto. Há que ter filtros! Há que valorizar quem de devido! Há que homenagear os heróis!! 

        Poderíamos ter escrito muito mais, havia muito mais para contar. Mas agora queremos só chamar a atenção para o facto de que todos podemos ajudar. Todos devemos mudar as nossas atitudes. Não só quem está no governo, mas todos nós, civis. Há também que valorizar os heróis bombeiros e todos quanto se disponibilizam para ajudar e salvar vidas. Sublinhamos que temos muito orgulho em casos como o Pingo Doce que prontamente se disponibilizou para dar os mantimentos em falta para que os bombeiros possam fazer o seu trabalho. Um bem-haja a todos quanto estão relacionados com a ajuda de salvamento desta grande catástrofe! Os nossos sentimentos para todos quantos perderam quem amavam. Muita força! É de arrepiar ler e ouvir as histórias das pessoas que por lá ficaram... das pessoas que por lá perderam... Os gritos arrepiam. Poderia ser connosco. Poderia ser convosco. Não há que pensar no passado. Há que procurar recompor-nos, ajudar quem precisa, prestar o apoio que pudermos, homenagear quem de devido e aprendermos com os erros. Muita força! Coragem! E a todos os civis, não relacionados com o assunto directamente, por favor, façam o vosso contributo. Juntos, somos mais fortes. 

AGORA É QUE TEMOS QUE SER 11 MILHÕES!! Passemos das palavras aos actos.


4 comentários

  1. Instalou-se o caos. E é assustador perceber as proporções que toda esta tragédia está a tomar :/
    Na impossibilidade de ajudar fisicamente, contribui de outra forma, ligando para a linha de apoio que criaram. Não custa nada ajudar, sobretudo quando é por um bem maior.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se cada um fizer o que pode, um pouco, a pouco e pouco, faremos toda a diferença!

      Eliminar
  2. Concordo com as vossas opiniões mas a verdade é que existe uma grande falta de manutenção nas zonas verdes especialmente ao pé das habitações. Também não nos podemos esquecer que em áreas mais isoladas a população é mais idosa e muitos podem nem sequer conseguir já limpar os terrenos à voltas das suas propriedades e aí acho que deveria haver intervenção de alguma parte, paga ou não, que o fizesse por quem não pode. Também há muita gente que pode e não o faz e depois culpam os bombeiros por não terem salvo as suas casas. Também existem as leis que impedem que se façam essas manutenções em áreas protegidas, como a serra da Arrábida por exemplo onde não existem estradas (pela serra) para que os bombeiros possam entrar para combater os fogos, tendo que deixar a serra arder e só conseguindo estar nas estradas nacionais. É claro que o fogo de Pedrogão foi um caso diferente mas ainda agora estamos a começar o "verão" e ainda estão muitos incêndios por vir. Que as pessoas aprendam alguma coisa com isto e saibam prevenir antes que as desgraças aconteçam. E que as leis sejam revistas para que possamos deixar de ser o país europeu com mais área ardida.

    www.ayellowrain.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade. Era bom que esta catástrofe servisse para abrir os olhos a todos nós e que começássemos todos a ajudar para prevenir, além de ajudar no que se pode para os grandes estragos já feitos...

      Eliminar

Obrigado pelo comentário! Vamos responder-te no mais breve espaço de tempo que nos for possível. Até sempre! :)

Latest Instagrams

© Ela e ele... Ele e ela.... Design by FCD.