As cestas d'aldeia - o artigo da moda, ainda mais moderno

quarta-feira, julho 19, 2017

       A história das cestas já são usadas aos anos sem fim. São uma típica tradição portuguesa e têm variados fins, desde se poderem usar para decorar a casa, colocando revistas ou o que se quiser; passando por usá-las para a praia; usá-las para ir às compras ao mercado ou à feira e actualmente é um artigo de moda muito em voga. Adaptaram-se muitas com tecido. Mas as cestas d'aldeia são ainda mais especiais e vão poder perceber porquê ao continuar a ler o artigo!
       A marca cestas d'aldeia nasceu para «homenagear a herança cultural da Aldeia, Castanheira de Alcobaça, uma das principais localidades que se dedica há mais de um século ao artesanato das cestas de junco, bem como aos artesãos conhecedores desta arte», escrevem eles no seu site. As cestas de junco, que também são conhecidas como ceiras (na costa alentejana), e as alcofas de palma são dois produtos 100% tradicionais, feitos à mão, e tipicamente portugueses, como já deu para perceber. Mas esta marca, como referimos, ainda é mais especial, já que alia a tradição à moda, à modernidade. Afinal, as cestas estão na moda, com todo o seu tradicionalismo. Nunca passam de moda, mas tornam-se menos atractivas a cada geração que passa, geralmente, até que alguém decida pegar nelas para relançar uma nova moda.

       Nós não fomos do tempo em que se levavam ceiras com o lanche ou almoço para a escola. Somos do tempo dos gastos imensos em sacos de plástico que muitas vezes nem se reciclam. Somos da geração que dizem muitas vezes não dar valor a nada. Mas também somos apologistas na aposta do que melhor é feito no nosso país e também gostamos de contrariar as estatísticas e achar que estão erradas. A verdade é: quem é que não gosta destas cestas?! Acham mesmo que vão passar de moda, como dizem as revistas que a ditam? Nós não achamos. E não achamos por haverem pessoas como a Margarida e o Nuno, que, com a ajuda dos sogros/pais e outros artesãos reavivam a tradição! Antigamente quase todas as pessoas da zona tinham esteiras (para interlaçar o junco no tear) e estava a cair no desuso. Mas eis que eles decidiram fazer uma aposta em reavivar essas tradições que não se podem, de forma alguma, deixar perder. 

       O Nuno viu os pais dedicarem-se a este trabalho moroso e cansativo desde 1965, e, sendo filho da terra, não é sua intenção ver o produto tornar-se uma raridade. Há que pegar no que melhor temos no nosso país! E por acreditar também no mesmo que nós é que criou com a sua cônjuge a marca cestas d'aldeia (que podem conhecer aqui), uma marca que vende directamente do produtor ao consumidor final, com peças artísticas evoluídas, pelas cores usadas, que representam as cestas tradicionais portuguesas do tempo das nossas avós! Umas mais tradicioanis, outras mais modernas, com alças, mais naturais ou mais coloridas, para jovens ou adultos ou crianças. Esta é uma marca para toda a família. Há cestas d'aldeia para todos os gostos! 

       É de louvar esta marca que aposta na tradição. Sabem que andamos sempre atentos às feiras de artesanato e que somos poupados de nascença, por isso podem confiar quando vos referimos que são peças de bom preço. É de louvar que pretendam apostar, não na riqueza da família, mas na promoção do produto, da herança, pelo que fazem uma boa relação qualidade-preço. Apostam em atingir o maior público possível, para que lhes permita continuar esta tradição. Não lhes é difícil, com estas peças tão bonitas! Eu (Ela) já tenho a minha e podem fazer apostas sobre qual é (se ainda não viram pelo instagram) porque está algures entre estas fotografias que ilustram a publicação. Eu (Ele) tenho pena que ainda não tenham inovado aos pontos de também criarem uma versão masculina, de alguma forma... ahah

       Agora contem-nos lá a vossa opinião sobre estas peças: gostam? Acham possível não gostar? Nós não achamos e por isso mesmo, em conjunto com a marca teremos uma cesta para oferecer a alguém que esteja desse lado. Fiquem atentos, pois sairá para muito breve um sorteio de uma cesta de junco para embelezar os visuais das meninas desse lado do ecrã...


*A presente publicação é patrocinada pela marca cestas d'aldeia, o que em nada afecta a opinião escrita.

32 comentários

  1. Adorei todas as cestas! :D

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vais adorar ainda mais quando souberes o que vem por aí...

      Eliminar
  2. Estou apaixonada por todas estas cestas, são algo tão diferente e original, estão sem dúvida maravilhosas, tal como a história que obtém por trás!

    https://anafranciscayoutb.wixsite.com/anafranciscaserra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo! Por isso é que sabemos que ainda vais adorar mais o que está por vir... Fica atenta!

      Eliminar
  3. Sempre gostei de cestas, nunca usei, mas a minha avó usa imenso :).
    Adorei essas cestas é, de facto, uma mistura entre a tradição e a modernidade.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É como escrevemos: Há cestas para todas as idades! :) Agora também vais poder usar...

      Eliminar
  4. Fiz a minha encomenda hoje por isso logo terei a minha , logo atras de mim a minha mãe encomendou pra ela e para as minhas irmãs , devem ser lindas , sou YouTuber não sou blogger mas com certeza vou gostar da minha ��

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado! É muito bom saber que já apresentámos o melhor que se faz em Portugal, a quem dá valor! Vais adorar, vais ver. Depois mostra-nos, sim?

      Eliminar
  5. Acho as cestas amorosas. Gosto particularmente de todas as que têm folhos, acho que ficam adoráveis para uma ida à praia ou um piquenique! Acho que vou participar no passatempo, ahah.

    Beijinhos,
    Sónia Rodrigues Pinto
    SHE WRITES

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Participa! Vais ver que vais adorar. Ainda são muito mais bonitas ao vivo! :D

      Eliminar
  6. Acho uma piadocha a estas cestas. É muito engraçado que de repente estejamos rodeados delas :p
    THE PINK ELEPHANT SHOE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo! Ainda bem que assim é. Mas estas são muito mais coloridas e com diferentes tamanhos e feitios, para conquistar mais gente, das mais variadas idades :)

      Eliminar
  7. Respostas
    1. Fica atenta que vais gostar da surpresaaa :)

      Eliminar
  8. Eu adoro e posso dizer que cresci com imensas cestas em casa :D

    Beijinhos,
    Dezassete

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vais adorar o que vem por aí, porque estas cestas são ainda mais especiais do que o que parecem...

      Eliminar
  9. Mal sabe a minha avó o quão está na moda, que desde sempre teve várias cestas dessas e de diferentes padrões e formatos! ahah =)

    MRS. MARGOT

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se tiverem bem tratadas ainda as vende no OLX ahahah

      Eliminar
  10. São tão amorosas! Adoro que agora estejam na moda :)
    Beijinhos, The Fancy Cats

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu (Telma) também adoro! É uma tradição muito bonita, que não se deve perder!

      Eliminar
  11. Sou realmente muito fã desta tendência!!

    Beijinhos
    Cloud World

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então fica atenta porque algo está para vir... e será do teu agrado!!

      Eliminar
  12. Eu adoro e tive uma na infância que levava com o lanche para a escola e ia toda vaidosa ahah
    Agora tenho cá por casa mas só para decoração :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Devias experimentar juntar a um outfit. Vais ver que vais gostar! :D
      _Ela.

      Eliminar
  13. As cestas são tão giras! Ainda me lembro quando era pequenina tinha uma certa dessas rectangulares, pequenina como eu na altura, às cores. Andava sempre com ela para todo o lado :D

    www.ayellowrain.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nós por acaso não fomos da altura em que se levavam estas cestas para a escola, mas eu (Ela) estou a adorar a minha cesta!

      Eliminar
  14. São tão engraçadas! Já foram moda quando eu era pequenita e os meus pais ofereceram-me uma. Eles também tinham uma, bastante grande, que usavam para levar coisas para os piqueniques :)

    Agora ao vê-las, levou-me a recordar <3

    Beijinhos e boa semana <3
    https://demantanosofa.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nós não fomos desse tempo. Mas gostamos muito de boas tradições. Somos totalmente a favor de boas memórias. Comprámos o nosso cesto, mas a verdade é que esperamos sempre a altura ideal e ainda não o usámos. Temos que tratar disso!

      Eliminar
  15. Os meus avós faziam à muitos anos atrás, eu própria cheguei a fazer nas férias grandes de verão e em todo o tempo livre que tinha! O trabalho que envolve apenas uma peça artesanal como estas não paga de todo o dinheiro que pedem, daí este artesanato ter morrido, por esses valores não estarem integrados num comércio justo que pague as horas envolvidas neste tipo de trabalho! Hoje em dia só a gente mais velha, que fez muitas cestas como os meus avós, é que ainda hoje o fazem como fundo de maneio para ter mais dinheiro a juntar à reforma. Caso contrário a gente nova não se mete nesse tipo de trabalhos porque por 20 ou 30€, e mesmo 40€ que pedem pelas peças, não pagam de maneira nenhuma o real trabalho envolvido. Deveriam de pedir muito mais, porque se as pessoas não se importam de pagar malas de marca por 400€ feitas industrialmente, também não deveriam admirar-se por pagar uns 100€ ou mais por uma artesanal como estas! Infelizmente estas peças não se tratam de peças a bom preço como refere, bem pelo contrário, são muito mal pagas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São a muito bom preço para o comprador. Logicamente que qualquer pessoa vê que não são bem pagas para quem as fabrica. Por isso denotamos que é mesmo amor ao trabalho e à tradição. Isso reflecte-se muito no pormenor com que as peças são feitas. É essa a diferença. Nem todos conseguimos dar valor, mas tem um valor enorme!

      Eliminar
    2. Dar amor à tradição é valorizá-lá tanto quem a faz como o próprio comprador. Não se justifica inclusive as cestas de palma sejam mais caras que as ceiras de junco tendo em comparação o trabalho e já que na realidade a tradição da castanheira de Alcobaça é as ceiras de junco e não as de palma, só daí se pretendem valorizar a tradição, não entendo porque dão mais valor a algo algarvio que compram já feito! Para não dizer que existe alguma falta de originalidade tendo en conta o quanto estão colados à famosa marca toino Abel copiando padrões que são a cara da mesma. Deveriam focar se realmente em dar amor ao trabalho e tradição a partir de ideias próprias e valorizar o trabalho e tradição ao ponto que realmente merece... É a minha opinião que bem sabe do que fala! Valorizar uma herança de Portugal, não se trata de dinheiro trata se sim do seu verdadeiro valor.

      Eliminar
    3. A marca toino Abel também teve que se inspirar noutras. Faz parte. Não é cópia. Há que ver essa questão com clareza. Teremos que discordar no que concerne a esta questão. Não achamos que se trate de dinheiro. Caso contrário poderiam pedir muito mais pelas suas peças, como outras marcas o fazem. Mas concordemos em discordar, desta vez...

      Eliminar

Obrigado pelo comentário! Vamos responder-te no mais breve espaço de tempo que nos for possível. Até sempre! :)

Latest Instagrams

© Ela e ele... Ele e ela.... Design by FCD.