Os animais perdidos depois dos foguetes...

terça-feira, janeiro 02, 2018
       Os animais perdidos depois do lançamento dos diversos foguetes após a passagem de ano na verdade são culpa vossa. São culpa do facto de acharem que animais são brinquedos ou mera decoração. São seres vivos, com vontades próprias, com frio e fome e falta de carinho. Não servem para estar acorrentados à porta de casa. Não servem para vos divertir quando bem entendem. Não servem para enfeite do quintal. Não faz sentido!       Pensem antes que é um ser cheio de amor para dar que vos pode iniciar a descoberta de algo que eles já nascem a saber: a amar. Pode parecer cliché, mas é do mais puro e real que há.
       Já é mais do que sabido, ou já deveria ser, que os barulhos estridentes são assustadores. Pois se sabemos que se vão assustar, há que trabalhar na protecção. Afinal, eles são como que uns filhotes patudos e adoptados. Sejamos conscientes quando fazemos essa adopção. Sejamos responsáveis pelos seres que cativamos e queremos manter por perto!
            Que para a próxima passagem de ano as pessoas já tenham aprendido esta mensagem e não haja tantos anúncios a procurar animais desaparecidos. Que nas próximas festas da aldeia o lançamento de foguetes não provoque a fuga, ferimento ou morte de mais nenhum patudo. Pelo bem deles, pela informação humana, partilhem esta publicação pf. Vamos procurar educar quem ignora o que é ter um cão/gato.
        Obrigado a todos os que bem tratam dos vossos patudos. Bem haja a todos!

14 comentários

  1. Palmas por este post. Concordo a 100%.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado. Não te esqueças então de partilhar para passarmos informação e evitarmos que a situação se repita...

      Eliminar
  2. Até à data o meu cão não reage a foguetes, fogo de artifício ou trovoada. Mas podia reagir. Podia ter medo. Fomos passar o fim-de-semana fora na passagem de ano (ele foi connosco, como sempre) e estávamos com algum receio que ele se fosse assustar com o fogo de artifício. Estávamos preparados para nos afastarmos caso ele demonstrasse stress, o que acabou por não acontecer. Infelizmente nem todas as pessoas pensam assim e em muitos casos deixam os animais em quintais o que proporciona fugas. Quem mais sofre no meio disto tudo são os animais. Como sempre...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro, como sempre quem mais sofre são os pequenotes porque as pessoas não pensam neles. Devíamos procurar melhorar isso! Informar. Porque a verdade é que às vezes as pessoas esquecem-se com facilidade de se por no lugar deles... Há que informar para evitar que a situação se repita. Eles merecem todo o nosso carinho e atenção, principalmente em casos destes!

      Eliminar
  3. Cá em casa o Scooby quando ouve os foguetes farta-se de ladrar.
    Adorei o post.
    http://www.opecadomoraemcasa.eu/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A nossa pequena também treme por todos os lados e foge até se sentir segura para ladrar. Mesmo vivendo num apartamento, não a deixamos sozinha e abraçamo-la para lhe tentar mostrar que não faz mal... É só barulho e há que fazê-la entender isso

      Eliminar
  4. Concordo totalmente. Por acaso a minha pequena não tem medo, mas se tivesse, faria tudo ao meu alcance para a acalmar. Subscrevo totalmente as vossas palavras.

    THE PINK ELEPHANT SHOE // Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem que ser mesmo assim. Quando temos dias menos bons eles também nos alegram. Se alguém te vier atacar, qualquer cão te defende... Faz parte! É família!

      Eliminar
  5. Penso que nem todas as pessoas o façam de forma voluntária pois os cães quando têm medo podem ter reacções imprevisíveis, já tive uma cadela que mesmo dentro de casa e a tentar tranquilizá-la parecia possuída pelo demónio até aquilo acabar. Acredito que muitos cães fujam logo ao primeiro foguete não dando tempo dos donos fazerem algo por eles. Mas também acredito que sejam muitos os que deixam os cães nos quintais e saem de casa para ir ver o fogo deixando-os sozinhos.

    Yellow Rain

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas uma coisa é se for o vizinho do lado enlouquecido no dia 9 de Janeiro, outra é saberes que vai haver lançamentos e não tomares precauções. À partida todos os cães agem da mesma forma... E à partida há fogos de artifício nas festas e na PDA...

      Eliminar
  6. Não podia concordar mais com vocês!

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então já sabes: partilha com quem conheces, para tentarmos evitar que se repita nos próximos anos...

      Eliminar
  7. Isto "São seres vivos, com vontades próprias, com frio e fome e falta de carinho" funciona para todos eles. Incluindo as vacas, galinhas, porcos, peixes, etc. Não somos nós que decidimos que vidas têm mais valor. Foi a primeira vez que vi o vosso blog e com muita pena minha não vou voltar. Transmitem a mensagem perfeita em vários posts mas depois contrariam-se com as "receitas". O vosso amor pelos animais de estimação é notória mas não passa daí infelizmente. Apelo que considerem explorar um pouco a realidade dos matadouros, o impacto da pesca, a extinção de espécies por causa da desflorestação e muito mais. Considerem o sofrimento que também está nos vossos pratos. Apesar de tudo desejo-vos sorte com o blog e felicidades para os dois e os 3 patudos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca assumimos ser perfeitos. Vamos tentando mudar de encontro com as nossas crenças e da forma que melhor sabemos. Erramos, como toda a gente. Assumimos isso sempre. Procuramos melhorar sempre.
      Eu (Telma) já aboli a carne do meu prato. Toda e qualquer carne... ainda não me consegui livrar o mal que é o peixe. Não me sinto bem com isso. É algo que procuro evoluir. Mas respeito que o Pedro não consiga livrar-se da carne. Tem os seus defeitos, como eu tenho. Mas quando eu(Telma) decidi deixar a carne, também converti o Pedro.
      Eu (Pedro) não me sinto preparado para deixar a carne, mas lá está, nunca assumi ser perfeito... Pedimos desculpa. Agradecemos a tua visita e compreendemos perfeitamente a tua posição exactamente por já termos analisado os matadouros etc.
      Muitas felicidades também para ti!

      Eliminar

Obrigado pelo comentário! Vamos responder-te no mais breve espaço de tempo que nos for possível. Um bem-haja! :)